Responsive Ad Slot

Abin investiga possível ligação de trio preso em João Pessoa com grupos terroristas

Publicado 24/04/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

Foto: Divulgação / Polícia Civil
A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) apura a possível conexão entre grupos terroristas internacionais e três homens presos por falsificação de documentos em João Pessoa. De acordo com o jornal O Globo, a Polícia Civil encontrou nos celulares dos presos imagens de armas e pessoas armadas e com trajes típicos do Oriente Médio. 

Eles são investigados por vender documentos falsos para imigrantes. Saleh Alderaibi, da Arábia Saudita, Feras Ali Haussn, do Iraque, e Sandro Adriano Alves, brasileiro que foi contratado como despachante, foram presos no dia 12 de abril depois que Saleh usou uma certidão de nascimento emitida no interior do Ceará para fazer um RG brasileiro. 

Outros dois integrantes da organização criminosa, Bahaeddine Nasser Rahal, do Líbano, e Hussein Ali Hussein, irmão de Feras, foram presos na última sexta-feira (21). 

A Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) de João Pessoa aponta que o grupo atuava em diferentes estados vendendo documentos falsos para pessoas de países como Arábia Saudita, Iraque, Síria, Líbano e Paquistão, e que não preenchem os requisitos para estadia legal no Brasil.

Do BN
"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas