Responsive Ad Slot

Vitória segura o Cruzeiro no Mineirão e empata na estreia de Vagner Mancini

Publicado 30/07/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

Foto: Washington Alves/Light Press)
Na reestreia do técnico Vagner Mancini, o Vitória ficou no empate sem gols com o Cruzeiro neste domingo (30), no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. A partida foi válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado interrompeu a sequência negativa de quatro derrotas seguidas do Leão na competição.

Com o ponto conquistado, o Leão chegou aos 13, mas continua na 19ª colocação. O resultado também não muda a vida do Cruzeiro, que segue na nona posição com 23. O próximo compromisso do clube baiano será quarta-feira (2), às 21h, contra a Ponte Preta, no estádio do Barradão, pela 18ª rodada do Brasileirão. Os mineiros encaram o Vasco, no dia seguinte, às 20h, no estádio Raulino de Oliveira, no Rio de Janeiro.

O JOGO

O primeiro perigo do jogo saiu em jogada construída pelo ataque cruzeirense logo no quarto minuto de jogo. O meia Thiago Neves fez boa jogada pelo lado direito e tocou para Élber, que bateu rasteiro, mas ela foi para fora. Aos 12, foi a vez do Vitória. O atacante colombiano, Santiago Tréllez, recebeu lançamento de Kanu e bateu, mas a redonda balançou a rede do lado de fora.

O Cruzeiro chegou ao gol aos 17 minutos com Sassá. Thiago Neves, mais uma vez, fez boa jogada, dessa vez, pelo meio e passou para Diogo Barbosa na esquerda. O lateral tocou para Sassá, que livre, só fez empurrar para as redes. No entanto, o centroavante da Raposa estava impedido e a arbitragem acertou na anulação do tento. Na sequência, a defesa rubro-negra bobeou e Sóbis aproveitou e interceptou um passe errado e tocou para Sassá. O centroavante dominou, girou e devolveu para Sóbis que pegou de primeira, mandando a bola para fora.

No minuto 26, o Cruzeiro teve uma boa chance para abrir o placar. Diogo Barbosa recebeu, fez boa jogada na esquerda driblando Yago e cruzou. Thiago Neves subiu e cabeceou, mas Fernando Miguel fez boa defesa encaixando a bola.

Mano Menezes foi obrigado a queimar duas substituições sete minutos antes do fim do primeiro tempo. Por causa de uma disputa de bola pelo alto, Élber levou a pior no confronto com Wallace e teve foi substituído. O zagueiro Manoel caiu de mal jeito e deixou o campo sentido dores no pé esquerdo.

A melhor chance do Vitória veio aos 46. David roubou a bola ainda no campo de defesa da equipe baiana e escapou com velocidade para o contra-ataque. Ele abriu na esquerda com o Tréllez que devolveu para o colega de ataque. Mas na hora do domínio, David deixou a bola escapar e na conclusão, o goleiro Fábio fazer a defesa. No minuto seguinte, foi a vez do Cruzeiro levar perigo. Diogo Barbosa recebeu de Ariel Cabral na esquerda e devolveu para o volante. Ele foi até a linha de fundo e cruzou para trás. Sassá tentou um voleio sem sucesso e Rafinha aproveitou a sobra. O meia bateu firme e Fernando Miguel, bem posicionado, evitou que o placar fosse aberto antes do término da etapa inicial.

Segundo Tempo

Os dois times voltaram do vestiário sem nenhuma alteração. E a primeira iniciativa foi do Vitória. Caique Sá cruzou e Santiago Tréllez dominou na entrada da área e rolou para Uillian Correia, que encheu o pé. A bola passou perto da trave direita de Fábio e saiu pela linha de fundo. Aos 10 minutos, David ganhou na força, invadiu a grande área e bateu. Fábio espalmou, mas Tréllez não conseguiu aproveitar o rebote. Fernando Miguel evitou boa chance dos donos da casa no 13° minuto, no chute de Rafinha da meia lua.

Aos 23 minutos, Ullian Correa puxou o contra-ataque e tocou para Patric. Ele avançou e abriu com David, que bateu firme, a bola balançou as redes, mas pelo lado de fora. Três minutos depois, Fernando Miguel salvou o Vitória. Diogo Barbosa foi à linha de fundo e cruzou para trás. Kanu furou e Thiago Neves bateu para Miguel fazer a defesa com o pé.

Aos 38, outra bobeira da defesa do Vitória. Rafinha rouba a bola, invade a área e cruza para Thiago Neves que de frente para o gol, bate e Fernando Miguel faz outro milagre evitando a abertura do placar.

FICHA TÉCNICA
Cruzeiro x Vitória
Campeonato Brasileiro – 17ª rodada
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 30/07/2017
Horário: 19h
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA-Fifa)
Assistentes: Helcio Araujo Neves (PA) e José Ricardo Guimarães Coimbra (PA)
Assistentes adicionais: Andreu da Silva e Silva (PA) e Djonaltan Costa de Araujo (PA)
Cartões amarelos: Sassá, Ariel Cabral, Thiago Neves e Diogo Barbosa (Cruzeiro) / Uillian Correia, Fernando MIguel, Cleiton Xavier e Wallace (Vitória)
Gol:

Cruzeiro: Fábio; Lucas Romero, Léo, Manoel (Murilo), Diogo Barbosa; Henrique, Ariel Cabral, Thiago Neves; Élber (Rafinha), Rafael Sóbis e Sassá.Técnico: Mano Menezes.

Vitória: Fernando Miguel; Caíque Sá, Wallace, Kanu e Juninho; Ramon (Cleiton Xavier), Uillian Correia, Yago (Patric) e Carlos Eduardo (René Santos); David e Santiago Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

Do BN
"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas