Responsive Ad Slot

Baterista e cantor Wilson das Neves morre aos 81 anos, no Rio de Janeiro

Publicado 27/08/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

Foto: Divulgação
O cantor e baterista Wilson das Neves faleceu na noite deste sábado (26), vítima de câncer. Ele tinha 81 anos e estava internado no hospital da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. Até os 60 anos de vida, o artista era conhecido com um excepcional baterista que tocava com ícones da MPB como Chico Buarque.

Das Neves chegou a gravar e assinar com Elza Soares um álbum lançado em 1968 pela gravadora Odeon. O baterista nunca saiu dos palcos e dos estúdios e virou cantor aos 60 anos. Em 1996, o músico lançou o álbum O som sagrado de Wilson das Neves, com a música O samba é meu dom – parceria com Paulo César Pinheiro.

Em 2004, lançou Brasão de Orgeu, em 2010, lançou o disco Pra gente fazer mais um samba, e em 2013, lançou Se me chamar, ô sorte. Os álbuns contaram com parcerias de elson Sargento, Aldir Blanc, Chico Buarque e o recorrente Paulo César Pinheiro. Em 2003, Das Neves também a Orquestra Imperial, big-band carioca formada por músicos bem mais jovens do que ele.

Ele também era conhecido pelo bordão "ô, sorte!". A carreira foi iniciada na década de 1950 como baterista na orquestra de Permínio Gonçalves. A partir dos anos 1960, Das Neves se tornou músico de estúdio.
"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas