Responsive Ad Slot

Briga entre 'flanelinhas' termina com homem esfaqueado na Bahia

Publicado 14/08/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

© Pixabay
Deivisson Silva e Silva, de 20 anos, foi esfaqueado no peito e nas costas neste domingo (13), no bairro da Barra, em Salvador (BA), em uma briga com um colega de trabalho, um guardador de carros identificado como Mateus. Segundo o posto policial do HGE, a dupla teria discutido após uma disputa pelo controle das vagas do estacionamento.

A mãe da vítima, a comerciante Andréa Bianca de Jesus Silva, de 46 anos, contou ao Correio da Bahia que o filho é estudante do 2º ano do ensino médio e ficou desempregado recentemente. “Meu filho fica naquele local sempre de manhã e volta às 18h para casa. Ele é um menino bom, sempre foi trabalhador, graças a Deus, e está estudando”, disse ela. Andréa contou que Deivisson começaria um treinamento de jovem aprendiz em uma empresa nesta segunda-feira (14).

Quando meu filho disse que ele não poderia botar carro lá de jeito nenhum e que ele procurasse outro lugar para tomar conta, o cara levantou, pegou uma faca e deferiu no meu filho. A sorte foi que Deivisson recuou para trás, senão estaria morto.”

Outros dois guardadores de carro que trabalham no local da briga confirmaram que houve uma discussão entre Deivison e Mateus. Segundo Edilson Ferreira, esse tipo de confusão é comum por ali. Ainda segundo ele, os dois eram amigos e a confusão aconteceu de forma repentina. "Do nada eles começaram a brigar porque um queria colocar o carro em um local e o outro não deixou", conta. De acordo com o "flanelinha", os guardadores que trabalham na região recebem cerca de R$ 2 dos motoristas para tomarem conta dos carros.

De acordo com um taxista que também trabalha próximo ao estacionamento e não quis se identificar, "os dois são usuários de drogas e às vezes há outras coisas em jogo. Provavelmente o que foi esfaqueado vai querer se vingar".

O jovem agredido foi ocorrido por policiais militares da 12ª Companhia Independente de Polícia Militar (Rio Vermelho) e levado para o Hospital Geral do Estado (HGE).

Até o momento, a identidade do suspeito não foi confirmada e ele segue foragido.

Do N ao Minuto
"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas