Responsive Ad Slot

Governo confirma liberação de PIS/Pasep para idosos acima de 62 e 65 anos

Publicado 23/08/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

Foto: Valdecir Galor/ SMCS
O governo confirmou nesta quarta-feira (23) que idosos acima dos 65 anos, no caso de homens, e de 62 anos, no caso das mulheres, poderão sacar o PIS/Pasep. A liberação do saque pode injetar R$ 16 bilhões na economia, para 7,8 milhões de idosos, segundo estimativas do governo federal. A ideia é que, assim como nos saques do FGTS, o dinheiro ajude famílias no pagamento de dívidas e estimule o consumo.

De acordo com a Agência Brasil, o calendário de saques começa em outubro. Atualmente, só pode retirar o valor quem possui mais de 70 anos ou em casos de aposentadoria, invalidez, deficiência física e morte. Conforme o Ministério do Planejamento, o saldo médio por cotista era de R$ 1.187 – a maior parte dos cotistas tem pelo menos R$ 750 para resgate.  Em discurso, Temer afirmou que o padrão de idade para saque – 65 anos para homens e 62 para mulheres – foi o mesmo proposto pelo governo na reforma da Previdência.

Também nesta terça, o presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, anunciou a liberação, a partir do dia 28 deste mês, de empréstimos que somarão R$ 20 bilhões em capital de giro para micro, pequenas e médias empresas até agosto de 2018.  "O custo total da linha deve ficar em torno de 1,5% ao mês. Em alguns casos mais, outros menos, mas o custo final médio seria esse", afirmou o ministro Dyogo Oliveira, do Planejamento.

Já o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, declarou que o governo pretende realizar ainda neste ano a privatização da Lotex, prazo que já havia sido dado pelo presidente da Caixa, Gilberto Occhi. "Estamos conversando com a Caixa, planejando a ideia de que, se possível, a venda da Lotex possa ser feita durante o correr deste ano", afirmou Meirelles.

Do BN

"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas