Mesmo após confirmação da condenação, ex-integrantes devem continuar soltos; Entenda

Foto: Divulgação
A confirmação da pena de oito dos integrantes da banda New Hit, acusados de estupro coletivo a duas adolescentes em 2012, não é garantia que oito dos componentes do grupo condenados a 10 anos de prisão pelo Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA), em julgamento realizado nesta terça-feira (29/8), sejam presos em regime fechado.

Apesar do órgão ter julgado uma primeira apelação do caso nesta terça, ainda há como recorrer ao caso à instância do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília (DF). Os membros da banda já tinham sido julgados em primeira instância, pela Vara Crime de Ruy Barbosa, em 2015, onde aconteceu o crime, no interior do Estado, e sentenciados a 11 anos e oito meses de reclusão por estupro qualificado.

Foram condenados Eduardo Martins Daltro de Castro Sobrinho, Edson Bonfin Berhends dos Santos, Willian Ricardo de Farias, Weslen Danilo Borges Lopes, Michael Melo de Almeida, John Ghendow de Souza Silva, Guilherme Augusto Campos Silva e Alan Aragão Trigueiros. Os réus Carlos Frederico Santos de Aragão, segurança da banda na época do crime, e Jeferson Pinto dos Santos, componente do grupo, foram absolvidos das acusações feitas pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Do Aratu
Mesmo após confirmação da condenação, ex-integrantes devem continuar soltos; Entenda Mesmo após confirmação da condenação, ex-integrantes devem continuar soltos; Entenda Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on agosto 30, 2017 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.