Responsive Ad Slot

Moro libera R$ 10 milhões de João Santana e Mônica Moura

Publicado 17/08/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

© Agência Brasil
Condenados duas vezes pelo juiz Sérgio Moro, dentro da Operação Lava Jato, acusados de lavagem de dinheiro, os marqueteiros João Santana e Monica Moura tiveram R$ 28,7 milhões bloqueados pela Justiça.

No último dia 7, no entanto, foi protocolado no sistema eletrônico da Justiça Federal o pedido dos advogados do casal, para que parte do dinheiro seja desbloqueada. A defesa alega dificuldade financeira dos acusados, que cumprem pena em liberdade provisória. Considera que eles estão impedidos de trabalhar e conseguir renda para seus gastos pessoais.

"Sendo, então, de vital importância a restituição dos valores remanescentes, inclusive, para pagamento dos honorários advocatícios", justificaram os advogados.

Nesta quinta-feira (17), o juiz Sérgio Moro liberou R$ 10 milhões dos R$ 28,7 milhões do casal. Na decisão, segundo informações do portal G1, citou que o Ministério Público Federal (MPF) confirmou que os acusados tomaram as providências necessárias para a repatriação de valores mantidos na Suíça.

“Não é justo, a ver do Juízo, penalizar os colaboradores, que fizeram a sua parte no que se refere ao acordo, retendo em bloqueio judicial valores que não foram perdidos no acordo de colaboração. Não seria, porém, prudente liberar todo o numerário, enquanto a repatriação não for ultimada”, considerou Moro.

O casal é acusado de receber milhões de dólares em contas no exterior, além de reais, em espécie, pagos dentro de um esquema criminoso na Petrobras, para remunerar serviços em campanhas eleitorais no Brasil.

Do N ao Minuto
"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas