Responsive Ad Slot

'Não vim aqui falar de Moro', diz Lula durante caravana

Publicado 26/08/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

Ricardo Stuckert / Divulgação
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se recusou a comentar, neste sábado (26), reportagem do jornal "Folha de S.Paulo", segundo a qual o processo que o condenou a nove anos e meio de prisão no caso do tríplex chegou em tempo recorde ao TRF (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região, em Porto Alegre.

Se a condenação de Lula for mantida em segunda instância, Lula não poderá concorrer à Presidência em 2018. "Não vim aqui falar de Moro", esquivou-se Lula, numa referência ao juiz Sergio Moro.

O juiz afirma que o envio seguiu ritmo normal, embora tenha consumido menos tempo do que os demais processos. Há dois dias, Lula evita comentar o caso.

Neste sábado, disse que estava ali para seguir em caravana pelo Nordeste. Nesta manhã, ele visitou a comunidade Brasília Teimosa, no Recife.

Presidente do Conselho de Moradores de Brasília Teimosa, Wilson Passos foi convidado a participar da visita uma hora antes da chegada do ex-presidente.

Usou o carro do filho até o ponto de encontro. Como o veículo que usava tinha um adesivo do Vem para Rua -segundo ele, fixado sem seu conhecimento-, Passos foi abordado duas vezes para que saísse da caravana pelas ruas da comunidade.Ele consentiu com a retirada do adesivo. Mas deixou o ponto de partida antes da chegada de Lula.

Na visita, Lula conversou com pescadores e marisqueiras. Uma delas, Edileusa Nascimento, de 62 anos, mostrou-lhe as mãos calejadas.

Após a visita, Lula embarcou na caravana rumo ao Estado da Paraíba.

Com informações da Folhapress.
"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas