Responsive Ad Slot

Ex-jogador Edílson não comparece a audiência de processo sobre dívidas trabalhistas de cerca de R$ 8 milhões

Publicado 14/09/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

Foto: Reprodução/SporTV
O ex-jogador Edílson “Capetinha” não compareceu a audiência agendada para esta quinta-feira (14), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-BA), sobre o processo referente a dívidas trabalhistas de cerca de R$ 8,5 milhões de empresas em que ele é sócio. Devido a ação, bens avaliados em R$ 6 milhões do ex-jogador foram bloqueados pela Justiça desde o mês de agosto deste ano.

A audiência era para uma tentativa de acordo entre os ex-funcionários, que entraram com processo contra as empresas, e os sócios. A sessão durou cerca de uma hora, porém, terminou sem acordo. A ex-mulher de "Capetinha", Ivana Ferreira, que é sócia de uma das empresas, compareceu à audiência com seu advogado.

De acordo com a juíza responsável pelo caso, Michele Bandeira, ao faltar a audiência desta quinta o ex-jogador perdeu a chance de tentar uma conciliação com os ex-funcionários, a fim de tornar a situação menos "gravosa". “Edilson perdeu a oportunidade de possibilitar um acordo que tornasse menos gravosa a execução contra ele e dessa forma viabilizasse pagamentos dos credores.

Agora vai vir sentença com delimitação da responsabilidade dos sócios do grupo econômico e do grupo familiar. Também avaliação dos bens que foram arrestados e posteriormente será delimitado o prazo para que os bens possam ir para pasta pública e assim satisfazer o crédito”, explica.

Além do processo trabalhista, em agosto, o ex-jogador foi preso por causa de dívidas com pensão alimentícia.

Do Metro1
"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas