Responsive Ad Slot

Homem detido após ejacular em mulher no ônibus é preso novamente

Publicado 02/09/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

Fotos: Divulgação/ Polícia Civil
A Polícia Civil pediu à Justiça uma avaliação psiquiátrica de Diego Ferreira Novais, preso novamente neste sábado (2) após assediar uma passageira em um ônibus (veja aqui), na Avenida Paulista, em São Paulo. Ele havia sido preso na última quarta-feira (27), após ejacular no pescoço de uma mulher dentro de um coletivo. No entanto, foi solto pela Justiça logo em sequência. 

O pedido, chamado de incidente de sanidade mental, foi feito pelo delegado plantonista Rogério Nader, que registrou o caso como estupro. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, se a Justiça aceitar o pedido do delegado, Novais pode ser encaminhado para um presídio manicomial. 

Nader afirmou também que, caso a medida não seja acatada, vai pedir a prisão preventiva do homem. O delegado relatou que foi o próprio Novais quem pediu para ser internado e tratado. "Informalmente, ele mesmo diz que tem problema e que necessita de um tratamento. 

Esse é o motivo do meu pedido de instauração de incidente de insanidade", disse o delegado. A vítima e uma mulher que testemunhou o crime deixaram a delegacia sem falar com jornalistas. Segundo policiais que interrogaram a vítima, ela disse estar muito abalada. Novais segue preso. Ele já acumula pelo menos 17 passagens policiais por ter praticado diversos crimes sexuais, como assédio e estupro. 

Do BN
"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas