Justiça julga anulação da certidão de óbito de Eliza Samudio

© DR
O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), em Belo Horizonte, vai julgar nesta quarta-feira (13) dois recursos da defesa do goleiro Bruno Fernandes e da ex-namorada dele, Fernanda Gomes de Castro. Os advogados pedem a redução da pena dos réus e questionam a expedição da certidão de óbito de Eliza Samudio.

Como cita o "Correio Braziliense", o documento que comprova a morte de Eliza foi expedido em janeiro de 2013 após pedido da família da vítima e da Promotoria, depois de acompanharem o julgamento de Luiz Henrique Romão, o "Macarrão", em que o assassinato de Eliza foi reconhecido.

Na época, o tribunal decidiu pela expedição do atestado de óbito como forma de reparar danos pessoais à família de Eliza, além de dar um resguardo aos direitos de Bruninho, filho da modelo com o goleiro.

Agora, se os recursos forem aceitos, o atestado de óbito da vítima pode ser anulado, bem como o julgamento que condenou o atleta.

Lúcio Adolfo, advogado de defesa do goleiro, acredita que a invalidação do documento possibilita a anulação do julgamento de Bruno e também de Marcos Aparecido dos Santos, o "Bola", apontando como executor de Eliza. "Entendo e penso que se o tribunal decidir reduzir a pena do Bruno a 15 anos, por exemplo, é o ideal e ele volta integralmente para as ruas com a pena completamente cumprida. É um processo que já está traumático para o tribunal, para a defesa, para o próprio Bruno e também para a família da Eliza," explicou o advogado.

O goleiro Bruno foi condenado em novembro de 2012 a 22 anos e três meses pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio, ocultação do cadáver e sequestro de Bruno Souza, filho dele com a vítima.
Justiça julga anulação da certidão de óbito de Eliza Samudio Justiça julga anulação da certidão de óbito de Eliza Samudio Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on setembro 13, 2017 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.