Responsive Ad Slot

Na abertura da Assembleia da ONU, Temer defende abertura do Brasil para o mundo

Publicado 19/09/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

Foto: Beto Barata/ Presidência da República
O presidente Michel Temer defendeu nesta terça-feira (19), durante o discurso de abertura da 72ª Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York, que o Brasil deve estar mais aberto ao mundo e preocupado com temas importantes para a agenda internacional, como o programa nuclear da Coreia do Norte, que chamou de “grave ameaça”; a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, e a crise na Venezuela.

De acordo com informações da Agência Brasil, ele também citou as mudanças climáticas e o Acordo de Paris. “O desmatamento é uma questão que nos preocupa, especialmente na Amazônia”.  O presidente também destacou a assinatura do Tratado para a Proibição das Armas Nucleares, proposto por Brasil, México, Nigéria, África do Sul, Áustria e Irlanda, que acontecerá nesta quarta-feira (20).

O tratado foi concluído em julho deste ano e o Brasil é um dos 26 países que devem ratificá-lo – o documento só entra em vigor após a assinatura de, ao menos, 50 nações. No que diz respeito à paz mundial, Temer afirmou, em relação à Síria, que “a solução que se deve buscar é essencialmente política” e sobre o terrorismo, disse que é um “mal que se alimenta dos fundamentalismos e da exclusão”.

Do BN
"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas