Versão do CCleaner baixada por 2,2 milhões de usuários é hackeada

Reprodução
Um dos mais populares softwares de limpeza e otimização de computadores que rodam o sistema operacional Windows, o CCleaner foi invadido por hackers.

Especialistas em segurança do Talos do grupo Cisco, alertam que uma versão modificada do programa, baixada por mais de 2,2 milhões de usuários no último mês, tem um código malicioso que executa o download automático de ransomwares (sequestrador de dados) e keyloggers (gravador de digitação).

O relatório do grupo de segurança informa que o programa com código exploit embutido ficou disponível para download entre 15 de agosto e 12 de setembro. A Avast, que adquiriu o CCleaner, disponibilizou uma versão do software à prova de infecção, mas não revelou como a versão 5.3.3, que recebeu certificado de segurança da Symantec, foi adulterada.

Segundo o Techtudo, dados como lista de programas instalados, além de endereços MAC, foram enviados aos hackers, mas, segundo a Avast informou ao TechTudo, estão encriptados e não foram decodificados. A hipótese é que a fraude tenha sido descoberta antes do golpe que roubaria os arquivos.

(Noticias ao Minuto)
Versão do CCleaner baixada por 2,2 milhões de usuários é hackeada Versão do CCleaner baixada por 2,2 milhões de usuários é hackeada Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on setembro 18, 2017 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.