Responsive Ad Slot

Brasil domina, vence o Chile e Tite quebra marca histórica em eliminatórias

Publicado 11/10/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

Foto: Newton Menezes / Futura Press / Estadão Conteúdo
O Brasil encerrou as Eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo de 2018 com mais uma vitória. O time Canarinho venceu o Chile por 3 a 0 na noite desta terça-feira (10), na Arena Allianz Parque, em São Paulo, pela 17ª e última rodada do torneio classificatório. Com o triunfo, o técnico Tite bateu uma marca pessoal, se tornando o único técnico da Seleção Brasileira a vencer as outras nove equipes das eliminatórias numa mesma edição. Os gols de Paulinho e Gabriel Jesus, duas vezes ajudaram o comandante a quebrar este tabu.

Com mais três pontos na conta, o Brasil chegou aos 41. Os brasileiros já haviam assegurado a classificação para a Copa e também a liderança do certame sul-americano. Já os chilenos, viram o sonho de ir ao Mundial escorrer pelas mãos. Estacionados nos 26 pontos, caíram para a sexta colocação e vão assistir o maior torneio de seleções de futebol pela televisão.

Com término das eliminatórias, Tite e seus comandados só voltam a se juntar no dia 10 de novembro para disputar o amistoso contra o Japão, em Lille, na França. Em seguida, quatro dias depois, o compromisso será com a Inglaterra em outra partida amistosa, no Estádio de Wembley, em Londres, capital da Inglaterra e do Reino Unido. E, no dia 27 de março do ano que vem, o desafio será contra a Alemanha, em outro amistoso de preparação. A abertura da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, será no dia 14 de junho.

O JOGO

Como dono da casa que era, o Brasil começou a partida procurando o jogo. Logo aos seis minutos, Renato Augusto chutou colocado e a bola passou perto do ângulo esquerdo do gol de Claudio Bravo. Minutos depois, numa boa escapuida pela esquerda, Neymar cruzou rasteiro para trás. Paulinho vinha entrando na área, mas, bem marcado, não conseguiu dominar a bola que passou livre e foi afastada pela defesa chilena.

Mas Bravo evitou que o placar fosse aberto no minuto 15. Gabriel Jesus recebeu a bola em liberdade e tocou para Neymar. O camisa 10 invadiu a área e chutou de esquerda, mas o arqueiro chileno impediu que suas redes fossem balançadas.

Até os 30 minutos de jogo, o Chile não conseguiu levar perigo ao gol de Ederson. Nas poucas vezes que teve a bola nos pés e organizava uma jogada ofensiva, a marcação brasileira impedia que o último passe chegasse redondo nos chilenos.

Aos 38, Gabriel Jesus perdeu boa chance. Renato Augusto foi até a linha de fundo, pela esquerda, e cruzou para a pequena área. O camisa 9 subiu sozinho, mas cabeceou fraco e facilitou a vida de Bravo que encaixou a bola com tranquilidade. Quatro minutos depois, o Chile levou o primeiro susto à meta de Ederson. Em bola levantada na áre a brasileira, numa cobrança de falta, Alexis Sánchez apareceu sozinho para cabecear, mas Ederson já saiu e conseguiu ficar com a redonda. No entanto, o lance já não valia mais nada, porque o árbitro marcou um impedimento do ataque dos visitantes.

Segundo tempo

Apesar de Neymar e Philippe Coutinhoterem recebido um cartão amarelo no primeiro tempo, o Brasil voltou com os mesmos jogadores do vestiário. Vale lembrar que um cartão vermelho na última rodada das eliminatórias, tira o atleta do jogo de estreia na Copa do Mundo. O Chile veio com uma mudança por questões físicas. O meia Pulgar entrou no lugar de Aránguiz.

Brasil abre a porteira

O Brasil abriu o placar aos 10 minutos do segundo tempo. De longe, Daniel Alves soltou o chute com veneno, na cobrança de falta, e o goleiro Bravo, que fez uma primeira etapa segura, bateu roupa e não conseguiu encaixar a bola. Paulinho aproveitou o rebote e fez 1 a 0. Foi o sexto gol do volante com a camisa amarela nas eliminatórias.

No minuto seguinte, Gabriel Jesus, cria do Palmeiras, voltou a balançar as redes do Allianz Parque. Philippe Coutinho roubou a bola da defesa e fez um belo lançamento para Neymar. O camisa 10 dominou e tocou para Gabriel Jesus só ter o trabalho de empurrar a bola para o fundo do gol e fazer 2 a 0 na partida.

Em desvantagem no marcador e fora da Copa do Mundo, os chilenos começaram a partir para a pancadaria e usar a catimba para deixar os brasileiros nervosos. Beausejour trocou ofensas com Paulinho. Depois, os marcadores começaram a entrar mais forte em Neymar.

Aos 28 minutos, o Brasil chegou perto de marcar o terceiro gol. No contra-ataque, Coutinho abriu na esquerda com Neymar. O camisa 10 dominou, ajeitou e soltou a bomba para balançar as redes, mas pelo lado de fora da meta de Bravo.

Nos acréscimos, aos 48, Bravo deixou o gol para tentar cabeceio na cobrança de escanteio. A defesa brasileira afastou com Willian e Gabriel Jesus dominou e empurrou para o gol vazio.

FICHA TÉCNICA
Brasil x Chile
Eliminatórias Sul-Americanas - 17ª rodada
Local: Allianz Parque, em São Paulo.
Data: 10/10/2017
Horário: 20h30
Árbitro: Roddy Zambrano, do Equador
Assistentes: Christian Lescano e Byron Romero, ambos do Equador
Cartões amarelos: Philippe Coutinho, Neymar (Brasil) / Alexis Sánchez, Isla (Chile)
Gol: Paulinho e Gabriel Jesus duas vezes (Brasil)

Brasil: Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Alex Sandro; Casemiro; Paulinho, Renato Augusto (Fernandinho), Philippe Coutinho (Roberto Firmino) e Neymar (Willian); Gabriel Jesus. Técnico: Tite.

Chile: Bravo; Isla, Medel, Gonzalo Jara e Beausejour; Aránguiz (Pulgar), Fuenzalida (Édson Puch), Pablo Hernández e Valdívia; Alexis Sánchez e Eduardo Vargas. Técnico: Juan Antonio Pizzi.

Do BN
"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas