Responsive Ad Slot

Papa Francisco irá nomear mais trinta santos no Brasil neste domingo, 15

Publicado 15/10/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

Foto: Reprodução
Neste domingo (15), o papa Francisco irá declarar 30 anos no Brasil de uma vez só. Os sacerdotes André de Soverval, Ambrósio Francisco Ferro e o leigo Mateus Moreira, além de outros 27 companheiros deles mortos nos massacres de Cunhaú e Uruaçú, no Rio Grande do Norte serão os santificados. A canonização acontece em cerimônia na Praça São Pedro, e será transmitida pela Rádio Vaticano ao vivo, com comentários em português.

Os canonizados foram vítimas da invasão de holandeses no Brasil, em meados do século 17, região agreste do Rio Grande do Norte. O embate ocorreu por interesse nos engenhos de cana-de-açúcar. Além do objetivo econômico, entretanto, os invasores tentavam impor a religião calvinista por onde passavam e não toleravam a fé católica.

Na época, houve ataque nos engenhos de Cunhaú, em Canguaretama, na manhã de um domingo, quando a maioria dos fiéis estava dentro da Capela de Nossa Senhora das Candeias. Três meses depois, ocorreu outro duelo, em Uruaçú, São Gonçalo do Amarante, também na zona que viria a ser chamada de Grande Natal. Ao todo, 80 pessoas foram mortas.

As vítimas tiveram as línguas arrancadas para jamais fazer suas orações católicas. Além disso, tiveram braços e pernas decepados. Crianças foram partidas ao meio e degoladas. O padre Ambrósio Francisco Ferro foi torturado, e o camponês Mateus Moreira teve o coração arrancado.

Segundo conta a história, ele exclamou ainda vivo “Louvado seja o Santíssimo Sacramento”. Por sua vez, de acordo com a tradição, o padre André de Soveral ainda segurava o cálice da consagração da hóstia quando foi morto.

Do Aratu
"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas