Responsive Ad Slot

Proibição de aborto em casos de estupro "não vai passar" na Câmara, diz Maia

Publicado 10/11/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

Foto: Reprodução/Agência Brasil
A proibição de aborto em casos de estupro não vai passar na Câmara dos Deputados. Foi o que disse o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na manhã desta sexta-feira (10). A declaração foi divulgada no Facebook. A polêmica com o assunto começou na última quarta-feira (8) com a aprovação do texto-base de um projeto que prevê colocar na Constituição a garantia do direito à vida "desde a concepção".

Atualmente, o aborto é permitido quando a gravidez é resultado de um estupro, quando há risco para a vida da mulher e no caso de fetos anencéfalos.

A comissão especial para debater o tema foi criada depois de o Supremo Tribunal Federa (STF) decidir que o aborto até o terceiro mês de gestação não configura crime.

Veja:



Do Metro1
"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas