Responsive Ad Slot

TJ determina que réus do caso ‘boate Kiss’ não vão a júri popular

Publicado 01/12/2017

/ Por: redacao@noticiasdealagoinhas.com.br

© Reuters
O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul determinou nesta sexta-feira (1º) que os quatro réus da ação judicial sobre o incêndio na boate Kiss, que ocorreu em 2013 em Santa Maria (RS), não irão a júri popular.

De acordo com a revista 'Veja', a decisão acabou em empate entre os oito desembargadores do 1º Grupo Criminal. Neste caso, o pedido dos réus é beneficiado.

A tragédia deixou 242 mortos e outros 636 feridas. A ação afeta os proprietários da boate Kiss, Elissandro Callegaro Spohr e Mauro Londero Hoffmann, e os músicos Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Bonilha Leão, que se apresentavam no dia do incêndio.

Do N ao Minuto
"Siga o Notícias de Alagoinhas no Twitter, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Clique aqui"

© Direitos reservados, Portal Notícias de Alagoinhas