OAB repudia vídeo que mostra estupro de presos dentro da delegacia de Camaçari

Foto: divulgação/SSP
O vídeo de dois homens sendo obrigados a fazer sexo entre eles na carceragem da 18ª Delegacia Territorial (DT/Camaçari) foi repudiado pela Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Bahia (OAB-BA). Por meio de nota, divulgada nesta segunda-feira (15/1), órgão chamou o caso de tortura e criticou o sistema prisional da Bahia.

“É inadmissível que, em uma unidade policial, os custodiados tenham acesso a aparelhos celulares, conexão à internet e tenham plena liberdade (mesmo enquanto presos) para aplicar penas próprias e ilegais a terceiros, visto que somente o Estado detém o poder legítimo de aplicação de pena, nos termos e limites da lei”, diz um trecho da nota.

As imagens começaram a ser compartilhadas na última sexta-feira (12/1). A Polícia Civil confirmou que o estupro foi gravado dentro da delegacia. As vítimas, Daniel Neves Santos Filho, 29 anos, e Carlos Alberto Neres Júnior, são suspeitos de assassinar o casal Juvenal Amaral e Kelly Cristina Amaral. A mulher, inclusive, foi estuprada.

“A OAB-BA espera um posicionamento firme e efetivo da Secretaria de Segurança Pública baiana na fiscalização das unidades policiais sob a sua competência e na repressão das ilegalidades noticiadas, para que os cidadãos tenham a certeza de que o Estado está efetivamente no controle do poder a ele conferido, zelando pelo cumprimento da justiça e preservando os direitos de todos”, finaliza o informe da Ordem dos Advogados do Brasil.

Do Aratu
OAB repudia vídeo que mostra estupro de presos dentro da delegacia de Camaçari OAB repudia vídeo que mostra estupro de presos dentro da delegacia de Camaçari Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on janeiro 15, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.