Feira: Usuário ganha R$ 4 mil na Justiça por operadora o cadastrar como 'Pidão de Crédito'

Foto: Reprodução / TV Subaé
Um auxiliar administrativo de Feira de Santana foi indenizado em R$ 4 mil por conta de uma operadora de telefonia o ter cadastrado como "Pidão de Crédito" no sistema da empresa. Segundo a TV Subaé, a companhia mudou o nome de cadastro do usuário por ele ter feito seguidas reclamações de cobranças indevidas.

Segundo Nilton Duarte, ele ficou “espantado” com a forma que a empresa tratou o caso. Depois que ele fez uma denúncia à Anatel [Agência Nacional de Telecomunicações], a operadora foi obrigada a devolver os créditos. A surpresa de Nilton ocorreu quando foi acessar o site da companhia. No cadastro dele, havia uma alteração.

Em vez do nome dele, estava cadastrada a expressão “Pidão de Crédito”.  Para denunciar o caso à Justiça, ele fez um print da tela do site da operadora e postou um desabafo nas redes sociais. Vários advogados se prontificaram a defender o usuário. A ação judicial contra a operadora surgiu após a publicação nas redes sociais.

A quantia de R$ 4 mil foi estabelecida em acordo, quando Nilton ganhou a causa na Justiça, entre o fim de junho e começo de julho, a empresa o procurou para negociar a quantia. Em Feira de Santana, as operadoras de telefonia são campeãs de reclamações na cidade, com mais de 1,5 mil queixas só em 2017. Segundo o órgão, casos como o de Nilton não são comuns.

Do BN
Feira: Usuário ganha R$ 4 mil na Justiça por operadora o cadastrar como 'Pidão de Crédito' Feira: Usuário ganha R$ 4 mil na Justiça por operadora o cadastrar como 'Pidão de Crédito' Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on setembro 29, 2017 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.