Quem já teve trombose pode usar anticoncepcional? Entenda

 iStock
A pílula anticoncepcional é um método contraceptivo muito comum entre as mulheres. A pílula utiliza da associação da progesterona com o estrógeno para impedir a gravidez. Porém, este medicamento pode levar a complicações como a trombose, uma condição onde ocorre o desenvolvimento de um "trombo", um coágulo sanguíneo, nas veias e que causa uma inflamação na parede do vaso. “A ligação entre a trombose e o anticoncepcional é que os hormônios dos anticoncepcionais alteram a circulação e aumentam o risco de formação de coágulos nas veias profundas, dentro dos músculos”, explica a cirurgiã vascular Dra.

Aline Lamaita, angiologista e membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. Logo, se para quem nunca teve trombose, os anticoncepcionais podem ser um problema, para quem já passou por um episódio da doença, o medicamento combinado é proibido, segundo a médica. Mas, para estas pessoas existem outros métodos contraceptivos que não levam à trombose.

Confira as indicações:

- O DIU de cobre, ou dispositivo intrauterino, é um pequeno dispositivo em formato de T que é colocado dentro do útero para evitar gravidez. Por ser isento de hormônios, o DIU é uma excelente opção para evitar a trombose. “O DIU libera íons de cobre que imobilizam o esperma, dificultando sua chegada até o óvulo. Este método possui 99% de eficácia, dura de 5 a 10 anos e é reversível, podendo ser retirado a qualquer momento”, afirma a cirurgiã vascular.

- O DIU hormonal é um dispositivo semelhante ao DIU de cobre que, ao invés de íons de cobre, libera pequenas quantidades de hormônio que impedem que o espermatozoide fertilize o óvulo. “O hormônio presente nesse tipo de dispositivo é a progesterona que, se usada de forma isolada, não aumenta o risco de Trombose. Assim como o outro, esse método possui 99% de eficácia e também é reversível, porém dura apenas de 3 a 6 anos”, destaca a Dra. Aline.

- O implante de progesterona ou implante subcutâneo é um pequeno dispositivo colocado logo abaixo da pele do braço que libera pequenas doses diárias de hormônio. “A progesterona presente no implante é isolada e será liberada de forma lenta no organismo, inibindo a ovulação sem aumentar o risco de trombose. Dentre os métodos contraceptivos hormonais, o implante é o que apresenta o menor índice de gravidez indesejada”, explica a angiologista.

- A Pílula de progesterona isolada é, como o nome já diz, uma pílula anticoncepcional que contém apenas progesterona. Este método age de duas maneiras: inibindo a ovulação e promovendo o espessamento do muco cervical, o que dificulta a penetração dos espermatozoides. De acordo com a médica, por não ter a associação de progesterona com estrógeno, esta pílula também não causa trombose.

(Noticias ao Minuto)
Quem já teve trombose pode usar anticoncepcional? Entenda Quem já teve trombose pode usar anticoncepcional? Entenda Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on dezembro 01, 2017 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.