Em jogo de viradas e gritos de 'adeus' para Guto, Bahia goleia o Altos na Fonte

Foto Divulgação 
Vaias, protestos, viradas, muitos gols e goleada do Bahia. Foi assim o jogo do Tricolor contra o Altos do Piauí na noite desta terça-feira (20), na Arena Fonte Nova, pela quinta rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste. Em um jogo com sete gols na segunda etapa, o placar terminou em 5 a 2. O Esquadrão de Aço marcou com Tiago, Vinícius, Zé Rafael e Edigar Junio, duas vezes. Joelson e Tiago, contra, marcaram os gols do Altos.

Com o resultado, o Esquadrão vai aos nove pontos no grupo C e agora torce por um tropeço do Náutico para garantir a classificação antecipada para a próxima fase do regional. A próxima partida da equipe será contra a Juazeirense, no próximo domingo (25), pela segunda partida semifinal do Campeonato Baiano. O Tricolor pode até empatar para avançar.

O JOGO

O Bahia não começou o jogo colocando pressão no Altos, mas tinha o domínio da bola e conseguiu a sua primeira finalização aos dez minutos. Gregore roubou a bola e tocou para Zé Rafael, que passou fácil pelos adversários e cruzou na área. Kayke cabeceou e a bola passou ao lado da meta.

Sem mostrar volume de jogo, o Bahia viu o Altos tocar bem a bola na sequência. O time do Piauí até marcou um gol aos 20 minutos, mas a arbitragem viu impedimento do atacante Américo.

Quando conseguiu encaixar uma jogada ofensiva, o Bahia não tomou a decisão correta. Aos 24, Zé Rafael ficou com a bola na área e conseguiu driblar o goleiro Gideão. Sem ângulo, o meia preferiu tentar encobrir o arqueiro, que conseguiu defender.

Aos 33 minutos, o Altos assustou o Tricolor. Marconi bateu forte de fora da área e obrigou Douglas a fazer uma grande defesa. O lance irritou a torcida, que disparou vaias contra o time e o técnico Guto Ferreira.

Em meio aos gritos de "Adeus, Guto!", o torcedor quase comemorou um gol do Esquadrão de Aço. Quando o relógio marcava 37 minutos, Vinícius bateu colocado e a bola passou muito perto. Dois minutos depois, Edigar Junio recebeu na área e finalizou para grande defesa do goleiro Gideão. Aos 44, Kayke tentou de fora da área, mas a bola foi longe do gol.

O placar de 0 a 0 no final do primeiro tempo renderam muitas vaias.

Segundo tempo

O Bahia começou a segunda etapa em busca do gol. Logo no primeiro minuto, Zé Rafael recebeu a bola com liberdade na grande área, mas a finalização foi ruim e a bola passou por cima do gol. Três minutos depois, Vinícius, em jogada individual, driblou a defesa e bateu de esquerda para defesa de Gideão. Na sobra, Edigar Junio bateu e a bola explodiu na defesa.

Tiago abre o placar e time abraça Guto

Depois de tanta pressão, veio o gol do Tricolor. Aos sete minutos, Vinícius cruzou na área, Tiago cabeceou de mal jeito, mas a bola conseguiu chegar nas redes. No momneto do gol, os atletas correram para abraçar o técnico Guto Ferreira.

A equipe teve uma ótima chance de chegar ao segundo gol no minuto 8, mas desperdiçou. Zé Rafael deu grande passe para Kayke, que estava livre, de frente para Gideão. O atacante tocou e o goleiro conseguiu a defesa.

Altos empata com Joelson

A frase "quem não faz, toma" é repetitiva no futebol, mas não deixa de ser realidade. Aos nove minutos, Joelson, do Altos, recebeu passe de Marconi e bateu no cantinho do goleiro Douglas.

Aos 17 minutos, mais uma chance perdida pelo Bahia. Zé Rafael ficou livre com a bola na grande área, mas bateu por cima.  Dois minutos depois, o Altos tentou com Joelson, que bateu de fora da área, mas a bola passou ao lado.

Tiago faz gol contra

Com 20 minutos da segunda etapa, o Altos virou o jogo. Vagner cruzou rasteiro para a área e o zagueiro Tiago mandou para a própria meta ao dividir com Dos Santos. O tento vou aplaudido ironicamente pela torcida, que voltou a cantar pela saída de Guto Ferreira.

Após o gol sofrido, o Bahia saiu na tentativa de evitar a derrota. Aos 21 minutos, Vinícius bateu forte de fora da área, a bola quicou e bateu na trave. Na sobra, Marco Antônio errou na finalização. Cinco minutos depois, após cruzamento na área, toque de Edigar Junio e rebatida de Gideão, Marco Antônio voltou a bater por cima. Aos 27, o mesmo Marco Antônio recebeu cruzamento, cabeceou e Gideão salvou.

Bahia vira o jogo em dois minutos

Aos 28 minutos, Vinícius bateu escanteio e Edigar Junio cabeceou para o gol. Logo na sequência, após erro na saída de bola do Altos, a bola ficou com Edigar, que bateu forte e rasteiro, sem dar chances para o goleiro.

Vinícius marca o quarto e garante triunfo

O meia Vinícius foi premiado pela boa atuação. Aos 34, em jogada de contragolpe comandada por Edigar Junio, ele recebeu cruzamento, dominou e bateu com força para estufar a rede.

Aos 44, o Altos quase fez mais um com Joelson, que bateu de fora da área e Douglas mandou para escanteio. Na sequência, após contra-ataque, Marco Antônio perdeu um gol cara a cara com Gideão.

No fim, Zé Rafael bateu de fora da área e fez um belo gol para fechar o placar na Arena.

FICHA TÉCNICA
Bahia 5 x 2 Altos
Copa do Nordeste - 5ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 20/03/2018 (terça-feira)
Horário: 21h45
Árbitro: Zandick Gondim Alves Junior (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos e Francisco de Assis da Hora (ambos do RN)
Cartões amarelos: Zé Rafael (Bahia) / Tote (Altos)

Gols: Tiago, Vinícius, Zé Rafael e Edigar Junio (duas vezes) / Joelson, Tiago (contra) (Altos-PI)

Bahia: Douglas; Nino Paraiba, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Edson (Elton); Edigar Junio, Gregore, Vinícius (Mena) e Zé Rafael; Kayke (Marco Antônio). Técnico: Guto Ferreira.

Altos: Gideão, Tote, Leone, Alisson e Neto; Marconi, Dos Santos e Esquerdinha; Américo (Vagner), Alex Mineiro (Joelson) e Manoel (Jefferson). Técnico: Paulinho Kobayashi

Do BN
Em jogo de viradas e gritos de 'adeus' para Guto, Bahia goleia o Altos na Fonte Em jogo de viradas e gritos de 'adeus' para Guto, Bahia goleia o Altos na Fonte Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on março 21, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.