FIM! Caso de mulher supostamente enterrada viva na Bahia foi boato, conclui delegado

Foto: Portal Bahia 10
O delegado do município de Riachão das Neves, a 960 km de Salvador, concluiu a investigação sobre o caso de uma mulher que supostamente teria sido enterrada ainda viva.

Nesta quinta-feira (15/3), Arnaldo Alves informou ao Aratu Online que Rosângela Almeida dos Santos estava morta quando foi sepultada. “Cheguei à essa conclusão após ouvir o funcionário da funerária que preparou o corpo dela. Ele informou que aplicou um litro de formol. Caso a vítima estivesse com vida, seu corpo reagiria”, contou.

A confusão começou no início do mês de fevereiro, quando vizinhos do cemitério disseram ter ouvido gemidos no local. Uma grande aglomeração se formou até que familiares de Rosângela, morta no final de janeiro vítima de um choque séptico, resolveram retirar o caixão do túmulo.

“A mãe dela estava com o psicológico abalado por conta de toda a situação e resolveu violar o túmulo. Nesse inquérito anexei um atestado emitido pela Secretaria de Saúde da cidade e pedi ao juiz arquivamento do caso”, explicou o delegado. A pena para a pessoa que viola túmulos pode ser de prisão de um a três anos.

No momento em que o corpo foi retirado, as testemunhas chegaram a dizer que as mãos da mulher estavam arranhadas e o algodão colocado em suas narinas teria saído. “Concluí que essas questões são normais pelo estado que o corpo apresentava”, acrescentou Arnaldo.

Aratu
FIM! Caso de mulher supostamente enterrada viva na Bahia foi boato, conclui delegado FIM! Caso de mulher supostamente enterrada viva na Bahia foi boato, conclui delegado Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on março 15, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.