Defesa entra com recurso após anulação do júri de Kátia Vargas

Foto: Divulgação / TJ-BA
A defesa da médica oftalmologista Kátia Vargas, acusada de provocar a morte de dois irmãos, em um acidente de trânsito ocorrido em 2013, em Salvador, entrou com um recurso na Justiça, na quinta-feira (30), pedindo que a anulação do júri que a inocentou seja analisada novamente.

De acordo com informações do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), o pedido da defesa será analisado e a Justiça deve decidir se aceitará ou não o recurso. Caso seja aceito, uma nova audiência deverá ser macada. Ainda não há previsão de quando a decisão sairá.

O júri que inocentou Kátia Vargas foi anulado no dia 16 de agosto, durante sessão realizada na 2° Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA), em Salvador. Três desembargadores participaram da votação. Eles foram sorteados pela Justiça para o caso.

Esta foi a segunda sessão realizada para analisar o júri. A primeira ocorreu no dia 2 de agosto, mas foi cancelada após um dos desembargadores pedi vistas do processo. O mesmo votou contra a anulação do júri, durante a segunda sessão. Os outros dois mantiveram a voto a favor de anular a decisão.

Nem a defesa da médica e nem a família das vítimas compareceram à audiência. Em nota, o advogado de Kátia Vargas, José Luis Oliveira Lima, informou no dia que, apesar de respeitar a decisão do Judiciário, não concorda com o teor e anunciou que iria interpor os recursos cabíveis para restabelecer a absolvição da médica.

Caso

(Foto: Reprodução/TV Bahia)
Kátia Vargas foi acusada de ter provocado o acidente que matou os irmãos Emanuele e Emanuel Gomes Dias, após uma suposta discussão no trânsito, no bairro de Ondina, na capital baiana, no dia 11 de outubro de 2013.

A médica teria batido com o carro na moto pilotada por Emanuel, de 21 anos. Na garupa do veículo estava a irmã, Emanuele. Com o choque, os jovens bateram em um poste, e ambos morreram na hora.

A oftalmologista chegou a ser presa, acusada de homicídio triplamente qualificado, mas, após dois meses, obteve o direito de responder ao processo em liberdade provisória.

Em 2014, o Tribunal de Justiça da Bahia decidiu que a acusada fosse levada a júri popular. A defesa recorreu até a última instância, mas o Supremo Tribunal Federal negou o pedido. No dia 6 de dezembro do ano passado, foi absolvida em júri popular que durou dois dias.

Do G1
Defesa entra com recurso após anulação do júri de Kátia Vargas Defesa entra com recurso após anulação do júri de Kátia Vargas Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on agosto 31, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.