Toffoli ignora pedido de urgência e diz que vai analisar prisão em 2ª instância em 2019

Foto: Tahiane Stochero/G1
Nesta sexta-feira (28), o presidente e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), José Dias Toffoli garantiu durante um evento, em São Paulo,  que mesmo com colegas do colegiado solicitando urgência na análise sobre prisão depois  da segunda instância,  a Corte só irá analisar a questão em 2019.

Na quinta-feira (27), o  também ministro do STF, Ricardo Lewandowski liberou para julgamento em plenário um recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a decisão que autorizou sua prisão depois de ser condenado em segunda instância a 12 anos e um mês no caso do triplex do Guarujá.

De acordo com o portal G1,  Toffoli, deve marcar a data do julgamento e Lewandowski sugeriu que a análise das ações que solicitam o impedimento de prisão após condenação em segunda instância seja feito antes do recurso.

“Eu já liberei a pauta até o final deste ano com vários casos. A princípio, eu não vejo ainda condições de julgar este caso. Vai ficar para o ano que vem”, garantiu Toffoli durante o evento que aconteceu na manhã desta sexta no Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP).

Vale ressaltar que no dia 19 de setembro, mesmo sendo a favor da revisão do julgamento sobre a possibilidade de prisão após condenação em 2ª instância, o ministro já tinha afirmado que pautaria o assunto somente no ano que vem.

O presidente do Supremo também não deu previsão sobre quando, em 2019, o assunto será colocado em pauta. “Não sei, ano que vem vamos analisar e avaliar. Este caso será julgado no ano que vem, não será julgado neste ano”, reafirmou.

Do R da Bahia
Toffoli ignora pedido de urgência e diz que vai analisar prisão em 2ª instância em 2019 Toffoli ignora pedido de urgência e diz que vai analisar prisão em 2ª instância em 2019 Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on setembro 28, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.