Bolsonaro põe condição para debater com Haddad: "Sem interferência externa (de Lula)"

Foto: Divulgação
O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) disse que aceita ir a debates com Fernando Haddad (PT), mas que seja “sem interferências externas”. O ex-militar refere-se à suposta influência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na campanha de Fernando Haddad (PT).

Ainda segundo o presidenciável, num eventual governo Haddad quem escolheria os ministros seria Lula. "Se for debate só eu e ele (Haddad), sem interferência externa (de Lula), eu topo comparecer. Estou pronto para debater; tem de ser sem participação de terceiros", disse, em meio a uma gravação de programas eleitoral no Jardim botânico, bairro da zona sul do Rio.

O candidato continuou: "(Se Haddad vencer), quem vai escalar time de ministros será o Lula. Não adianta (ele) ter boas propostas se vai ter indicação política", continuou. "O mais importante é ter independência para escalar um time de ministros componentes."

Bolsonaro foi questionado sobre projetos para a saúde. O deputado federal declarou que o mais importante para que a população tenha saúde é que tenha, antes de tudo, emprego. Disse ainda que é preciso "combater a corrupção para aplicar os recursos" e que o ministro da pasta tem que ter "amor" pela área. Sobre a sua maior preocupação em relação ao segundo turno, afirmou serem as supostas "falhas" ocorridas no primeiro turno no processo eleitoral. "Teve uma enxurrada de reclamações. O Tribunal Superior Eleitoral tem que tomar providências".

Do R da Bahia
Bolsonaro põe condição para debater com Haddad: "Sem interferência externa (de Lula)" Bolsonaro põe condição para debater com Haddad: "Sem interferência externa (de Lula)" Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on outubro 13, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.