Haddad diz ser contra mudar a lei da maioridade penal e quer incentivar as cooperativas de crédito

Foto: Reprodução
O candidato à Presidência, Fernando Haddad (PT), disse nesta quarta-feira (24), ao site G1 que é contra mudar a maioridade penal, e defendeu que pretende incentivar cooperativas de crédito para o país.

Segundo o candidato, diminuir a maioridade penal em 18 anos, agravaria o problema da segurança pública. Haddad também ressaltou que quer colocar a Polícia Federal (PF) no combate ao crime organizado.

"Nós vamos dobrar o contigente da PF para enfrentar o crime organizado no país, e liberar as forças locais para combater homícidio, roubo, estupro, que é o que está afligindo a população no dia a dia. Vamos dividir tarefas", disse

Ao sair do estúdio, Haddad explicou a reforma bancária que quer fazer, caso eleito.

"Primeiro lugar, desburocratizar a entrada de novos bancos no mercado. É muito burocrático, o Brasil para a entrada de novos bancos. Segundo lugar, estimular as cooperativas de crédito e as chamadas fintechs, que as empresas que emprestam a juro mais baixo do que a rede bancária. E terceiro lugar, sobretaxar os bancos que cobram juros abusivos, no cartão de crédito, no cheque especial e no capital de giro", afirmou Haddad.

O candidato deve passar a tarde em uma produtora, em São Paulo, gravando programa eleitoral. Na chegada ao local, ele voltou a dizer que vai aumentar o investimento em saúde.

Do R da Bahia
Haddad diz ser contra mudar a lei da maioridade penal e quer incentivar as cooperativas de crédito Haddad diz ser contra mudar a lei da maioridade penal e quer incentivar as cooperativas de crédito Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on outubro 24, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.