Pai que procurou ajuda na Aratu fica com bebê, decide conselho tutelar

Foto: reprodução/TV Aratu
Após trazer a história à TV Aratu, Edson Freitas conseguiu “recuperar” a filha, a pequena Emanuelly Pereira Freitas, de apenas 1 ano, nesta sexta-feira (23/11), em decisão do Conselho Tutelar, que acompanhará o caso. Ele acusava a amiga da ex-esposa, Crispina Raiane Caldas, 29 anos, de ter sequestrado a criança.

No entanto, procurada pela reportagem da emissora e do Aratu Online, Crispina alegou que mantém, há quase um ano, relação de “mãe e filha” com a menina. Ao portal, a mulher explicou que a bebê lhe foi entregue pelos próprios avós, que não tinham condições de criá-la, após uma briga entre os pais de Emanuelly, no período do Natal do ano passado.

“A mãe dela [de Emanuelly], com raiva do pai, tentou jogá-la de uma passarela na Bonocô [Av. Mário Leal Ferreira], mas o caso foi abafado. Depois disso, os avós me entregaram a menina”, contou Crispina, que morava perto da família.

Ela disse, ainda, que a criança ficou cerca de três meses sem ver o pai. Quanto a pequena completou nove meses, no entanto, ele começou a pedir para vê-la. “Quando percebi que Edson queria vê-la constantemente, entrei com um pedido de guarda legal, para regularizar uma situação que já existe”, afirma.

“QUERO MINHA FILHA”

Nesta sexta-feira (23/11), Edson procurou a equipe de reportagem da TV Aratu para pedir ajuda para recuperar a filha. Segundo ele, a garotinha foi sequestrada após seu aniversário, em Salvador, por uma “amiga da ex-esposa”.

A festa do primeiro ano aconteceu no bairro de Tancredo Neves, na última segunda-feira (19/11). “Um dia depois do aniversário, ela [Crispina] pediu para levar a criança em um shopping para comprar presentes. A minha ex-esposa deu e nunca mais viu Emanuelly”, disse o homem durante entrevista ao Aratu Online.

Edson, que está desempregado, procurou a Delegacia Especial de Crime contra Crianças e Adolescentes (Dercca) e registrou ocorrência (imagens abaixo). “Eu informei onde a suspeita pode estar e os policiais mandaram eu ir sozinho no bairro. Eu não posso fazer isso, pode acontecer alguma coisa comigo”, pontuou.

Foto: reprodução/TV Aratu
“Só quero que ela devolva minha filha”. Foi com essa frase que Edson finalizou a entrevista, ao saber que receberia uma ajuda da TV Aratu. Com o auxílio da reportagem, ainda na tarde desta sexta-feira, Edson foi à casa de Crispina. De lá, seguiram para a Dercca, para resolver a situação.

Do Aratu Online
Pai que procurou ajuda na Aratu fica com bebê, decide conselho tutelar Pai que procurou ajuda na Aratu fica com bebê, decide conselho tutelar Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on novembro 24, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.