Morre, aos 98 anos, o maestro e saxofonista Benigno

Foto: Divulgação
Morreu na madrugada desta quarta-feira (16), aos 98 anos, o saxofonista e maestro, Benigno Bispo dos Santos, ou “Seu” Benigno, como era conhecido. 

Um dos fundadores da Orquestra dos Turunas e autor do hino do Clube Atlético, além do legado na área cultural, Seu Benigno, que era natural de Inhambupe, também obteve destaque pelo seu primoroso trabalho de alfaiate. 

Em 2017, ele recebeu o título de cidadão alagoinhense pelos serviços prestados ao município. Em dezembro do ano passado, o maestro recebeu uma homenagem da prefeitura de Alagoinhas durante a ação comemorativa pelos 40 anos do Movimento Cultural de Alagoinhas, promovida pela Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo (SECET). 

A prefeitura de Alagoinhas, por meio do prefeito Joaquim Neto e da vice-prefeita, Iraci Gama, emitiu uma nota de pesar, se solidarizando com a família e amigos pelo falecimento de Benigno. 

Na ocasião, o talento e a bela história de vida do músico foram destacadas pelo prefeito Joaquim Neto. “Benigno continua tocando sax com a mesma maestria. 

Autor do hino do Atlético de Alagoinhas, é um homem quase centenário, mas que conserva a alma de uma criança no seu lidar com as pessoas, na sua paixão pela música, no seu compromisso familiar e nos seus contatos sociais. 

Por tudo isso, esse é nosso homem símbolo desses 40 anos do Movimento Cultural Organizado de Alagoinhas e dos 30 anos da SECET”, afirmou o prefeito.


Morre, aos 98 anos, o maestro e saxofonista Benigno Morre, aos 98 anos, o maestro e saxofonista Benigno Reviewed by Portal NA on janeiro 16, 2019 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.