Polícia de São Paulo investiga morte de ginasta Jackelyne da Silva

© Ricardo Bufolin/CBG
A 32º Delegacia de Polícia de São Paulo, em Itaquera, abriu um inquérito para investigar a morte da ginasta Jackelyne da Silva, de 17 anos, ocorrida na última quarta-feira (16).

De acordo com o G1, as autoridades encaram o caso como “morte suspeita” e querem descobrir o que ocasionou o óbito.

O pai da atleta, que tem 43 anos, registrou um boletim de ocorrência para verificar se houve negligência no atendimento médico. Ele diz que a filha sofreu uma queda em casa, no dia 12 de janeiro, e teve uma lesão na lombar. Na ocasião, ela foi levada ao hospital, onde foi medicada e liberada. Depois disso, ainda de acordo com o pai, Jackelyne voltou a sentir dores e voltou a receber atendimento médico, entre os dias 13 e 15 de janeiro. Ela foi novamente medicada, realizou exames de imagem, que apontaram a lesão, mas não chegou a ser internada.

Ainda no dia 15, a ginasta se queixou de dores no peito e gases abdominais, sendo medicada em casa. No dia seguinte, de acordo com o G1, ela voltou a sentir fortes dores e foi levada a UPA 26 de Agosto, em Itaquera, onde sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu.

Jackelyne defendia o Esporte Clube Pinheiros desde 2010 e chegou a defender a seleção brasileira de base.

Do N ao Minuto
Polícia de São Paulo investiga morte de ginasta Jackelyne da Silva Polícia de São Paulo investiga morte de ginasta Jackelyne da Silva Reviewed by Portal NA on janeiro 19, 2019 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.