Suspeito de desviar verba da educação em seis cidades tem pedido de liberdade negado

Foto: Divulgação
O dono da loja de móveis AXMóveis, Alex Ruaro Alves de Oliveira, preso desde 21 de agosto do ano passado, teve um pedido de habeas corpus negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Ele foi preso na operação Operação Offerus, da Polícia Federal, acusado de fraudar processos de licitação e posterior superfaturamento de recursos destinados pelo Programa Nacional de Transporte Escolar (PNATE), do Ministério da Educação, aos municípios de Alagoinhas, Casa Nova, Conde, Ipirá, Jequié e Pilão Arcado.

A defesa buscava revogar a prisão preventiva, e a decisão com a negativa ao pedido, assinada pela ministra Cármen Lúcia, do STF, foi publicada nesta sexta-feira (8) no Diário da Justiça Eletrônico.

O valor dos contratos envolvendo as empresas envolvidas no esquema totaliza R$ 130 milhões. Apenas nos municípios de Alagoinhas e Casa Nova, o superfaturamento chega a R$ 38 milhões no período de 2009 a 2017, segundo o divulgado pela Polícia Federal e pela Controladoria Geral da União (CGU).

Do Radar da Bahia
Suspeito de desviar verba da educação em seis cidades tem pedido de liberdade negado Suspeito de desviar verba da educação em seis cidades tem pedido de liberdade negado Reviewed by Portal Notícias de Alagoinhas on março 09, 2019 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.