Portal Notícias de Alagoinhas
Foto: Reprodução
A 1ª Vara Criminal de São José dos Pinhais atendeu ao pedido da defesa de Cristiana Rodrigues Brittes, nesta quinta-feira (12), e aceitou o pedido de substituição da prisão preventiva por liberdade provisória, seguindo Medidas Cautelares.

A mulher é uma das sete réus do processo que investiga a morte do jogador Daniel Corrêa Freitas, de 24 anos, que foi morto no dia 27 de outubro de 2018.

Cristiana Brittes, que é esposa de Edison Brittes e mãe de Allana, está presa desde o dia 31 de outubro e é acusada pelos crimes de homicídio qualificado por motivo torpe, coação do curso de processo, fraude processual e corrupção de menor. Com a revogação da prisão preventiva, a mulher terá que seguir Medidas Cautelares.