Foto: Reprodução
Nesta quinta-feira (10), Elize Matsunaga, condenada por matar e esquartejar o marido em 2012, deixou a prisão para a saída temporária de Dia das Crianças. Essa foi a 1ª vez que ela deixou o presídio em Tremembé , desde que passou para o regime semiaberto.

Elize deve passar o período de liberdade provisória na casa da família em Chopinzinho, uma cidade a cerca de 400 quilômetros de Curitiba, no Paraná.

Ela não poderá ver a filha, fruto do relacionamento com Marcos Matsunaga, já que está impedida desde 2012, quando foi presa pelo crime.

A guarda da menina de oito anos está com os avós paternos, que entraram na Justiça com duas ações contra Elize, uma que tira os direitos dela ser mãe da criança e outro de mudança de nome da menina.