Foto: Reprodução / Observatório da Televisão
O âncora do programa "Primeiro Impacto", do SBT, Marcão do Povo, não compareceu a audiência de conciliação do processo que moveu contra o apresentador do programa "Brasil Urgente" na Bahia, Uziel Bueno, agendada para a manhã desta quarta-feira (29).

Em contato com o Bahia Notícias, Uziel reiterou que aconteceu o que ele previa. Ou seja, que Marcão não compareceria. Já nas redes sociais, provocou o colega. "Estava aguardando o Marcão do Povo, mas parece que ele ficou um pouco receoso de vir à Bahia. Da próxima vez venha e vou deixar um recado: 'Nunca mais desrespeite os bombeiros baianos, pois os nordestinos merecem muito respeito e a gente recebe muito bem. Da próxima vez espero que você tenha mais juízo".

Ao BN, o advogado do baiano, Neomar Filho, afirmou que o processo será extinto. "por se tratar uma ação penal de iniciativa exclusiva do suposto ofendido, depende que seus atos sejam acompanhados diretamente pela parte. Ou seja, ao Ministério Público apenas cabe fiscalizar o cumprimento da lei. Como o Sr. Marcos não compareceu hoje à audiência, solicitamos a extinção do caso por desinteresse tácito, e entendemos que ele renunciou a queixa. Se não compareceu à audiência é porque desistiu de levar adiante a sua demanda", explicou.



Para quem não acompanhou, o processo se deu porque Uziel questionou uma opinião dada por Marcão no Instagram. Ele criticou uma operação feita pelo Corpo de Bombeiros do estado, que resgatou uma pessoa que havia ficado ilhada durante as enchentes que ocorreram em Salvador naquela ocasião. À época, ele concordou com o comentário de uma pessoa que gravou o vídeo e pediu que a vítima tivesse “menos frescura”. Revoltado, o baiano respondeu em seu programa às críticas de Marcão e o acusou de ser xenofóbico.

Do BN