Foto: divulgação/SSP
Uma mulher identificada como Anete Bispo dos Santos, de 50 anos, foi presa na tarde desta sexta-feira (18/10), por ter provocado intencionalmente um acidente de trânsito que deixou três mortos e quatro feridos da mesma família em 2001. O caso aconteceu no município de Gandu, a 295 km de Salvador. Condenada a 77 anos de prisão, ela estava foragida desde 2018.

Por conta de uma manobra feita por Anete, o carro em que a família estava capotou. "Segundo denúncias, ela perseguiu as vítimas em alta velocidade e fechou bruscamente o veículo, após uma discussão com eles", conta o titular da Delegacia Territorial de Gandu, Thiago Campos.

Anete respondia em liberdade até o dia da condenação, mas fugiu enquanto o juiz redigia a sentença. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), denúncias anônimas de que Anete havia voltado a Gandu ajudaram a localizar a foragida.

A acusada foi descoberta em uma pousada próxima ao Terminal Rodoviário do município, durante uma ação da 5ª Coorenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Valença) e da 60ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Gandu), com apoio da Polícia Federal e a Delegacia Territorial de Wenceslau Guimarães.

Do Aratu On