Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Um dia após a prisão dos ex-governadores do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, mandou soltar o casal nesta quinta-feira (31) e determinou que apenas sejam aplicadas medidas cautelares.

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro havia derrubado, na terça (29), uma liminar que concedia habeas corpus ao casal. Na quarta (30), eles foram presos pela Polícia Civil. A Justiça havia considerado um pedido do Ministério Público que afirmava que o casal estava interferindo nas investigações.

Na nova decisão, Gilmar Mendes proibiu o casal de manter contato com outros investigados ou testemunhas e determinou também a entrega dos passaportes para que não deixem o país sem autorização.

Os dois são investigados por superfaturamento em contratos celebrados entre a Prefeitura de Campos, no Norte fluminense, com a construtora Odebrecht, para a construção de casas populares. Anthony Garotinho já foi preso cinco vezes. Rosinha, três.

Do Bahia Ba