Foto: Estadão Conteúdo / Reprodução
Ex-presidenciável pelo PDT nas últimas eleições, Ciro Gomes voltou a criticar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após a soltura do petista no último sábado (9).

Segundo Ciro, o líder político "não tem escrúpulos". A declaração foi dada a jornalistas nesta segunda-feira (11), antes de uma palestra na universidade FMU, em São Paulo. "Lula é um encantador de serpentes. A presunção dele é que as pessoas são ignorantes e que pode, usando fetiches, intrigas e a absoluta falta de escrúpulos que o caracteriza, navegar nisso. O mal que Lula está fazendo ao Brasil é muito grave e extenso", afirmou.

Ciro apoiou Lula pela primeira vez na eleição presidencial de 1989, quando era prefeito de Fortaleza. No 2º turno da eleição de 2002 e nas eleições de 2006 também, quando foi ministro da Integração Nacional.

Desde o ano passado Ciro rompeu com o PT, passando a criticar de forma dura o partido. "O lulopetismo virou uma bola de chumbo amarrando o Brasil ao passado. Ele (Lula) está fazendo de conta que é candidato e que foi inocentado", disse ex-ministro, que ressaltou ainda que nunca mais vai andar "com a quadrilha que hegemoniza o PT", disparou.

Do Radar da Bahia