Foto: Adriano Machado/Reuters
Mais um corpo foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros nesta quarta-feira (20/11), durante as buscas de vítimas do rompimento da barragem da Vale na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais. Uma perícia que já foi iniciada vai verificar se é uma vítima do rompimento.

O corpo foi achado a 5,5 quilômetros da barragem hidráulica B1. Por conta do estado de decomposição, não foi possível descobrir o sexo. Caso seja confirmado que se trata de uma das vítimas, o número de desaparecidos pode cair para 15.

No último dia 5 de novembro, a Agência Nacional de Mineração (ANM) divulgou relatório técnico afirmando que a tragédia poderia ter sido evitada se a Vale tivesse prestado informações corretas ao Sistema de Integrado de Gestão de Segurança de Barragens de Mineração (SIGBM). O órgão fez 24 autuações à Vale.

Também em novembro, a Comissão Parlamentar de Inquérito criada para avaliar o caso concluiu os trabalhos com o indiciamento da Vale e da companhia alemã Tuv Sud, além de 22 pessoas das duas empresas por homicídio doloso.

O CASO

Em janeiro, a barragem da Vale, no Córrego do Feijão, se rompeu, espalhando rejeitos, destruindo casas e resultando na morte de mais de 200 pessoas. Desde então, autoridades realizam buscas para identificar pessoas vitimadas pelo rompimento da barragem. Nove meses após o desastre, 16 pessoas ainda seguem desaparecidas. O Corpo de Bombeiros permanece realizando buscas.

Do Aratu On