Foto: leitor/Aratu On
Sete anos de idade, mas já enfrentando problemas de gente grande. Uma criança, que terá o nome preservado nesta reportagem, foi abandonada pela própria mãe dentro de um imóvel localizado no bairro de Periperi, no Subúrbio Ferroviário de Salvador.

Contando com esta quarta-feira (20/11), já são 12 dias sem a criança ver qualquer parente. Ela foi resgatada pelo Conselho Tutelar na última segunda-feira (18/11) após insistentes denúncias de pessoas que moram na localidade conhecida como Colinas 3. Foram os mesmos vizinhos que resolveram contar essa triste história ao Aratu On. Sob a promessa de não ser identificada, uma moradora narrou o que viu nos pelo menos 10 dias de abandono.

"Nós demos comida e banho. Ele conseguia pular o muro da própria casa para nos pedir ajuda", disse. "Ligamos diversas vezes para o juizado de menores e Polícia Militar, mas [foi] um descaso total", lembrou. Em uma dessas denúncias, já no último domingo (17/11), uma viatura da 18ª Companhia Independente da PM (CIPM/Periperi) foi até a área. Os policiais orientaram o acionamento do Conselho Tutelar, que chegou na segunda-feira.

Vídeos gravados pelos vizinhos mostram a viatura do órgão, que é ligado à Prefeitura de Salvador, no bairro e levando o menino. A cinegrafista amadora mostra ainda as condições vividas pelo pequeno na casa, que tinha poucos móveis e sujeira espalhada pelo chão. Uma das responsáveis pela ação de resgate é Rebeca de Jesus Cerqueira. "Assim que chegou ao nosso conhecimento, fomos ao local", sustentou a conselheira.



A avó, localizada pelos conselheiros, declarou não poder tomar conta do neto. Ela não soube dizer se a mãe do menino é usuária de drogas ou tem problemas policiais. Agora, o Conselho quer achar a mulher, que pode ser denunciada por abandono de incapaz. "Na maioria dos casos, a mãe volta para casa e, ao não encontrar com a criança, entra em contato com a gente. Porém essa mãe, até agora, não procurou saber do filho", explicou.

Do Aratu On