Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
Em reunião com o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Felipe Francischini (PSL), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encontrou uma saída para que a prisão após condenação em segunda instância seja retomada e irão se reunir para discutir o acordo.

De acordo com informações divulgadas pelo jornal Folha de S. Paulo, a solução mais provável, no momento, é aprovar uma proposta que altere os artigos 102 e 105 da Constituição, estabelecendo a segunda instância como trânsito em julgado.

Do Radar da Bahia