Foto: instagram
O ex-piloto de Stock Car, Tuka Rocha, 36 anos, não resistiu aos ferimentos decorrente da queda de uma aeronave e morreu por volta das 6h20 deste domingo (17/11). A informação foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) ao Aratu On.

Christiano Chiaradia Alcoba Rocha teve 80% do corpo queimado e complicações pulmonares. Ele chegou a passar por uma cirurgia e procedimentos para limpar tórax e pernas. Mas, o sistema respiratório bastante comprometido, devido a inalação muita fumaça durante acidente. Além disso, o piloto sofreu falha no sistema renal.

Tuka já havia escapado de um acidente em 2011 quando o carro que pilotava na Vogel foi atingido por chamas durante uma disputa no Rio de Janeiro. O piloto abriu a porta e se atirou para fora.

O acidente

O caso ocorreu na última quinta-feira (14), na uma pista de um resort em Maraú, nas proximidades do distrito de Barra Grande, no Sul da Bahia. Ao todo a aeronave, era ocupada por 10 passageiros. Todos que estavam no bimotor Cesna Citation 550 de Prefixo PT-LTJ conseguiram sair antes de o fogo tomar conta do avião. A jornalista Marcela Brandão Elias, 37 anos, não resistiu e morreu no local.

Nove pessoas foram levadas, todos em estado grave, para unidades hospitalares em Salvador. A assessora de imprensa e relações públicas, Maysa Marques Mussi,  de 27 anos, faleceu de sábado (16/11). Ela era irmã de Marcela Brandão, morta no dia do acidente. O ex-piloto é a terceira vítima fatal

Permanecem internados:

Aires Napoleão, piloto da aeronave
Eduardo Mussi
Eduardo Trajano Telles Elias
Fernando Oliveira Silva
Marcelo Constantino
Marrie Cavelan
Menino de 6 anos

Do Aratu On