Foto: arquivo pessoal
A motivação da morte de Hiago Evangelista Costa foi divulgada pela Delegacia de Homicídios de Vitória da Conquista, 510 km de Salvador, nesta quinta-feira (14/11). O delgado Marcos Vinicíus informou que ele foi morto, queimado e esquartejado por ter dado em cima da namorada de um traficante.

"Não sabemos se eles chegaram a ter um relacionamento, o que sabemos é que ele tentou ter um envolvimento com a mulher de um traficante e ele, que está preso, não gostou", informou o delegado.

Hiago, que era motorista de aplicativo, teria levado a mulher do traficante para visitá-lo na penitenciária. Ao saber da tentativa, esse traficante, que não teve o nome divulgado, encomendou a morte do jovem.

De acordo com a polícia, Rodrigo Porto Oliveira Silva e Alexandre Cruz Brito anunciaram o assalto à Hiago com o simulacro de arma de fogo. O motorista foi morto a facadas e teve o corpo queimado enquanto ainda estava vivo, na última sexta-feira (8/11).

O corpo foi encontrado dois dias depois. Uma das pernas foi amputada e colocada a poucos metros do corpo.

Do Aratu On