(Foto: Antonio GaudÉrio/Folha Imagem/Folhapress)
O Superior Tribunal de Justiça (STJ), decidiu, nesta terça-feira (05), conceder o cumprimento de pena em regime semiaberto para Alexandre Nardoni, condenado a mais de 30 anos de prisão pela morte de sua filha Isabella Nardoni, de 5 anos, em 2008.

Essa é a segunda vez esse ano que a Justiça concede o benefício a Alexandre. A progressão de pena foi concedida em abril e durou quatro meses, porque foi revogada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que também solicitou uma nova avaliação psicológica ao condenado.

O ministro Ribeiro Dantas, revogou o direito a Nardoni por não entender que fosse necessário um novo exame psicológico e que ele cumpre os requisitos necessários para  ser beneficiado para cumprir pena em semiaberto.

Do Varela Noticias