Marcelo Camargo/Agência Brasil
O juiz da Vara de Execuções Penais, Rafael Estrela, negou, nesta sábado (21), pedido da defesa do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha para cumprir prisão domiciliar.

De acordo com coluna do jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, a defesa argumentou no pedido para deixar Bangu 8 que Cunha está doente e sofre de lesão aneurismática cerebral.

O juiz negou o pedido após receber um laudo da Secretaria de Assistência Penitenciária (Seap).

Prisão

Eduardo Cunha foi condenado a 14 anos e seis meses de prisão por receber 1,5 milhão de dólares de propina na compra de um campo petrolífero da Petrobras em Benin, na África.

Do BNews