Foto: Reprodução
Fabrício Queiroz, e outros antigos funcionários do filho do presidente Jair Bolsonaro são alvos de mandados de busca e apreensão. Alguns são familiares de Queiroz e também de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente e mãe de seu quarto filho, Renan.

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) cumpre os mandados na manhã desta quarta-feira (18), na capital do estado e no município de Resende, na região Sul do Rio.

De acordo com informações do jornal O Globo, as medidas foram solicitadas à Justiça na esfera da investigação sobre lavagem de dinheiro e peculato no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio, no período que ele era deputado estadual.

Inicialmente, o caso veio à tona 2018 depois de um levantamento do Coaf apontando uma suspeita de que os funcionários repassavam seus salários para Queiroz num esquema de "rachadinha".