Foto: Reprodução
O prefeito do município cearense de Granjeiro, no Ceará, foi executado nesta terça-feira (24/12). João Gregório Neto, de 54 anos, foi surpreendido pelos criminosos no momento em que caminhava perto de sua casa.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil do Ceará, que busca a motivação e autoria do homicídio. O prefeito chegou a ser socorrido por testemunhas para um hospital da região, mas não resistiu.

A polícia já sabe que os suspeitos estavam a bordo de um carro que pode ter sido flagrado por câmeras de segurança que ficam em imóveis da cidade.

Granjeiro tem pouco menos de 5 mil habitantes. João, que era filiado ao PSD e estava no seu primeiro mandato, obteve pouco mais de 52% dos votos. Ele ingressou na política nos anos 80, como vereador sendo eleito por duas legislaturas: 1989/1992 e de 1993/1996 pelo Partido da Frente Liberal (PFL).

"João do Povo tem projetado uma gestão comprometida com a população, com mudanças que beneficiam diretamente as camadas populares do município", descreve o perfil nas redes sociais da Prefeitura.

* ARATU ON