Foto: Geraldo Bubniak/AGB
As declarações do presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli que disse que a Operação Lava Jato destruiu empresas, não repercutiu bem junto a procuradores envolvidos com a mesma.

O procurador Roberson Pozzobon, que faz parte da força da tarefa da operação em Curitiba, disse que Lava Jato não destruiu empresas, apenas as responsabilizou por seus crimes.

"A Lava Jato não destruiu empresa nenhuma. Descobriu graves ilícitos praticados por empresas e as responsabilizou, nos termos da lei. A outra opção seria não investigar ou não responsabilizar. Isso a Lava Jato não fez" disse em entrevista.

Já o procurador Ailton Benedito foi mais direto ao falar sobre as declarações e o trabalho realizado pela Lava Jato. "Quem destruiu empresas foram os corruptos que as utilizaram como instrumento para tomar o Brasil de assalto" disse.

Do Radar da Bahia