Foto: Reprodução
Um bebê de apenas um ano e três meses morreu na manhã desta segunda-feira (6). De acordo com o G1, mãe e padrasto são suspeitos de terem cometido o crime. O caso foi registrado em Praia Grande, no litoral de São Paulo.

O laudo médico aponta que o bebê apresentava diversas fraturas, mordidas no rosto e hematomas espalhados pelo corpo. A criança já chegou morta no hospital.

Ainda segundo o G1, Anthony Daniel de Andrade Moraes foi levado pelo padrasto, Ronaldo Silvestrini Junior, de 22 anos, à Unidade de Pronto Atendimento Samambaia por volta das 23h40 de domingo (5). Os enfermeiros de plantão encontraram hematomas, fraturas e mordidas no corpo da criança. Posteriormente, a polícia foi acionada.

A criança chegou à unidade de saúde com sangue na boca, sendo carregado pelo padrasto. O bebê tinha uma mordida no rosto, mas o padrasto afirmou ter sido feita por um filhote de cachorro da família. O caso é investigado pela polícia.