Foto: Reprodução
Em pronunciamento feito nesta quarta (8), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que não houve nenhuma morte registrada, após os ataques do Irã a duas bases militares americanas no Iraque.

A Guarda Revolucionário do Irã, assumiu a autoria dos ataques, em retaliação a morte dos ataques americanos que mataram o general Soleimani, principal líder do grupo.

O presidente voltou a dizer que Soleimani era um terrorista e que participou da morte de soldados americanos na região. "Eliminamos um dos maiores terroristas do mundo. Alguém que promoveu guerras sangrentas na região de maneira cruel e mortes de soldados norte-americanos. Deveria ter sido executado a muito tempo” declarou

Ainda durante sua fala, Trump criticou o acordo nuclear feito em 2015, entre o ex-presidente Barack Obama e o governo do Irã, visando travar a produção de armas nucleares em solo iraniano. Segundo Trump, o país árabe usou o dinheiro do acordo, na produção de armas que foram usadas no ataque desta quarta.

Por fim, Trump garantiu que enquanto estiver no poder, O Irã não terá armas nucleares a sua disposição.