Foto:Reprodução
Na noite de sábado (4), um idoso de 72 anos atirou contra três pessoas e assassinou duas delas, ao invadir a casa da irmã dele, localizada em Campina Grande. Depois, Damião Monteiro da Costa, tirou a própria vida. Segundo a polícia, a motivação do crime seria uma disputa por herança.



 A vítima sobrevivente do crime, Alisson Ramon Sales, sobrinho do idoso, deverá ser ouvida pela polícia ao longo da semana. Relatos de testemunhas apontaram que o homem invadiu a casa da irmã, Geni Monteiro Costa, para matá-la junto com o filho dela, Alisson. Na ação criminosa, o homem acabou também atingindo a namorada do sobrinho, Cíntia Raquel Costa.

 As duas mulheres morreram no hospital, e o atirador morreu no local do crime. A arma usada pelo idoso, um revólver calibre 38, foi apreendida pela polícia.

O revólver é irregular e o homem não tinha porte ou posse de arma. "As primeiras investigações levam a crer que a intenção era matar a irmã e o sobrinho, pois ele tinha uma briga de família por herança. A namorada do sobrinho estava lá e acabou morrendo também", disse a delegada Suelane Guimarães, titular da Delegacia de Homicídios de Campina Grande.