Foto: Reprodução
Nesta quinta-feira (9), o premiê canadense Justin Trudeau disse que múltiplas fontes de inteligência apontam que o avião ucraniano que caiu em Teerã na quarta (8) foi derrubado por um míssil iraniano.

"Temos inteligência de várias fontes, incluindo nossos aliados e nossa própria inteligência. As evidências indicam que o avião foi abatido por um míssil terra-ar iraniano. Pode ter sido não intencional", disse.

Trudeau ainda disse que está em diálogo com a chancelaria iraniana, 63 dos 176 passageiros que estavam no avião eram canadenses, e 138 deles tinham o Canadá como destino final. Teerã estaria mostrando abertura para permitir que agentes consulares canadenses fossem ao Irã para ajudar as famílias das vítimas.

Segundo o líder canadense, ainda é cedo para ficar atribuindo culpa pelo desastre ou tirando conclusões.

*Radar da Bahia